domingo, 3 de janeiro de 2016

Você conhece as regras para confeccionar molhos?


Os molhos salgados são engrossados, regra geral, com farinha, adicionada ao molho depois de alourada em manteiga ou margarina. Derreta um pouco de manteiga, junte a farinha e, mexendo sempre, deixa alourar durante 1 a 2 minutos. Deite então o líquido e deixe cozer 2 a 3 minutos depois de levantar fervura.


Outra forma de engrossar um molho consiste em misturar a farinha com um pouco de água fria antes de a juntar a pouco e pouco ao molho quente e deixar ferver durante 2 ou 3 minutos para engrossar.

Se um molho a que se juntou maionese ou fécula de batata ficou com grumos, retire o tacho do lume e bata o molho vigorosamente. Pode ainda deixá-lo arrefecer e batê-lo num copo de batidos até ficar homogêneo e cremoso.

Para engrossar um molho pode ainda utilizar gemas de ovos. Se o molho tiver como base farinha e manteiga, bata ligeiramente as gemas, misturando ainda, caso queira, algumas natas. Misture com uma colher do molho quente e deite-a pouco e pouco no tacho do restante molho, batendo rapidamente para evitar a formação de grumos.

Para manter os molhos quentes coloque-os num recipiente em banho-maria, com água quente na parte inferior. No caso de molhos à base de ovos a água deve estar apenas morna para que o molho não talhe.

Para congelar os molhos arrefeça-os rapidamente e deite-os num recipiente até 1 cm do topo. Feche hermeticamente, arrefeça no frigorífico e em seguida congele. Para descongelar leve a lume brando, num recipiente em banho-maria. Mexa sempre. Os molhos à base de ovos não devem ser congelados. Os restantes conservam-se até 3 meses.

A escolha do material utilizado para confeccionar o molho é de extrema importância. Os tachos devem ter bordas altas e serem de metal espesso, para garantir uma boa repartição do calor, de forma a evitar que o molho queime ou se altere.

O banho-maria é uma prática indispensável, assim como o batedor metálico e a espátula de reduzir. A delicadeza e a suavidade do molho exigem, por vezes, que seja passado por um pano ou por um passador chinês.

Este conteúdo faz parte de um info-produto de minha autoria. Trata-se da Apostila Molhos


Se você leu o Livro "À procura da felicidade", deve saber que quando tive meu insight e minha visão de futuro, vendo-me trabalhando com gastronomia até o resto de minha vida, descobrindo, portanto, meu talento, dei início a pesquisas sobre o tema e criei uma série de “Apostilas” que foram meus primeiros estudos sobre gastronomia. 

Pois bem! Este E-Book é a "Apostila Molhos", a qual fala, obviamente, sobre “Molhos”. A apostila contêm o teor original de quando foi criada por mim em meu início de carreira, incluindo a capa, que apresenta o logotipo que teria meu primeiro restaurante, mas que não foi utilizado, pois decidi mais tarde pelo nome “Dupaolo”, como descrito em meu livro.

Nesta Apostila você vai encontrar: 

Tipos de massas e os molhos que mais adéquam a cada uma;
Algumas regras para confeccionar molhos;
História e receita dos seguintes molhos clássicos:
- À Puttanesca;
- Pesto;
- Bechamel;
- Maionese;
Receita dos demais molhos:
- Pimenta branca;
- Béarnaise;
- Bolonhesa;
- Chasseur;
- Alcaparras;
- Camarão;
- Inglês;
- Madeira;
- Tártaro;
- Gorgonzola e Vinho Branco;
- Tomate ao Sugo;
- Cerveja;
- E mais quinze tipos de molhos.

Com certeza trata-se de um material que vai lhe ajudar muito a aprender mais sobre o preparo de molhos, pois além das receitas, você encontra também a foto de cada um dos molhos.

Seja para você que deseja aprender mais para cozinhar para sua família e amigos, ou para você que deseja se profissionalizar em Gastronomia, este E-Book será um ótimo aliado para seu aperfeiçoamento!

Bons Estudos!

Esta série de Info-Produtos é composta pelas seguintes apostilas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário