segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Como manter a paixão pelo que fazemos profissionalmente


Outro dia estava assistindo TV e parei para prestar atenção em uma reportagem sobre a diferença entre paixão e amor.

Foi uma série de informações e comentários, mas o que se pôde entender é que a paixão ocorre antes do amor. Inicialmente, na paixão, ocorrem muitas transformações no cérebro da pessoa e uma grande descarga de hormônios. Com o tempo, esta grande descarga é reduzida para pequenas quantidades.


Quando estas pequenas quantidades se mantêm ao longo do tempo, pode-se dizer que se transformou em amor. Mas também pode acabar totalmente.

Deve ser por isso que algumas pessoas se dizem totalmente apaixonadas e depois de algum tempo não sentem mais nada. Segundo a reportagem, para que a paixão não acabe, é preciso fazer pequenas coisas no dia-a-dia que ativem estas pequenas descargas, que futuramente, se transformará em amor.

Estas pequenas coisas seriam telefonemas, mandar flores, fazer declarações, entre outras coisas que, quando se está apaixonado, faz parte do dia-a-dia, mas com o tempo vão diminuindo.

Se for desta forma, acredito que para você manter sua paixão pelo que faz profissionalmente, se faz necessário realizar pequenas coisas diariamente referentes ao seu trabalho. Na verdade, só o trabalho em si já significa fazer algo, mas é preciso também estar sempre estudando novidades na área, participando de cursos e eventos e fazendo viagens de negócios, para que a rotina não se torne um fardo.

Houve um dia em que uma amiga que trabalhava comigo e via minha empolgação disse:

- Paulo, um dia já fui como você. Mas a rotina de anos de trabalho me deixou desanimada. Hoje em dia trabalho apenas pelo salário.

Eu já conhecia esta amiga há um bom tempo e sabia que ela não fazia mais nada além de trabalhar, por isso a rotina lhe trouxe desmotivação.

Como já disse em outro artigo, é preciso afiar nossos machados enquanto percorremos nosso percurso na busca pelo sucesso!

Se você desejar mais informações sobre como manter a paixão pelo seu trabalho poderá encontrar estas informações em meu Livro "À procura da felicidade".

Leia Também:

Quanto tempo você destina para a família e lazer

Como se tornar um gênio em finanças

Como rechear lulas

Gostou? Então deixe o seu


 Comentário abaixo :-)

Um comentário:

  1. Olá Paulo,

    Tudo bem?
    Muito bacana o que vc escreveu. Sou apaixonada então pelo meu trabalho mas vejo que precisamos mesmo ter uma vávula de escape para que isso se mantenha constantemente. Estou te seguindo a partir de agora e tbm gostaria de lhe apresentar meu blog que tem tudo a ver com o que vc faz: o www.vamosmontaramesa.wordpress.com
    Acho que vc vai gostar e caso precise de algo basta nos dizer!
    Um abraço,
    Camila Gomes

    ResponderExcluir